Clique aqui e veja as últimas notícias!

TEMPESTADE

Sem energia há 72 horas, idosa de 74 anos perde insulina e alimentos

Idosa não recebeu devolutiva de quando a energia deve voltar
18/10/2021 17:28 - Thais Libni


Sem energia elétrica em sua casa no Bairro Estrela Park, região do Grande Tiradentes, em Campo Grande, a aposentada Evanir da Silva Martins, de 74 anos, perdeu todas as canetas de insulina que tinha em casa. Portadora de diabetes, ela usa o medicamento para tratar a doença. 

"Perdi quase toda minha insulina. Não posso perder mais, preciso de energia para armazenar meus remédios", apelou a aposentada, que até o contato dela com a equipe de reportagem, ainda não havia recebido assistência da Energisa. 

Além de perder suas canetas de insulina, Evanir, que mora na rua Francisco Galvão Paim, relata ter dificuldade para passar o que chama de "sonda de alívio".

Últimas notícias

 "Eu tenho que passar sonda para me aliviar, mas não tenho condição, não enxergo direito para passar sonda a luz de vela", relatou Evanir. 

Evanir mora sua filha, Viviane Martins, de 43 anos. Foi Viviane que relatou ao Correio do Estado que a idosa está perdendo todos os seus medicamentos, essenciais à sua sobrevivência, por causa da falta de energia. 

"Perdemos remédios, nossa comida, estamos a luz de velas, minha mãe é uma idosa, precisa de estrutura para se tratar. Temos energia elétrica por necessidade e não por luxo".

Viviane relata que a falta de energia em sua casa é decorrente a queda de uma árvore nos fios de energia elétrica na lateral de sua rua.

Após a publicação da reportagem, a Energisa procurou o Correio do Estado, e informou que iria agir para sanar e ajudar Evanir.

A concessionária informou que o reparo foi concluído na manhã desta terça-feira (19).

"A Energisa informa que a cliente foi normalizada às 01h57 dessa terça-feira (19), após a equipe ter feito reparo em cabo rompido e retirada de árvore de grande porte caída sobre a rede", disse a Energisa, em nota.